Mapa Astral 2017: Como usar, significados, dicas

Para quem não conhece, mapa astral na verdade é uma representação gráfica do céu desde quando você nasceu. Para que se monte o seu mapa astral é preciso calcular alguns números baseados na data, hora e local de nascimento da pessoa. Esses dados devem ser precisos, pois alguns minutos diferentes podem alterar significativamente a configuração geral do mapa. No mapa astral encontramos as posições dos astros dentro dos signos do Zodíaco, que na verdade e algo projetado em volta da Terra. Para quem deseja saber mais sobre o Mapa Astral 2017, saber como usar, os significados e as dicas dos mesmos, trouxemos mais informações sobre esse assunto.

Mapa Astral 2017: Como usar, significados, dicas

Mapa Astral 2017

O mapa astral fornece informações sobre os traços de sua personalidade, habilidades naturais, tendências, etc. Há quem fale que o mapa astral funciona como uma impressão digital, mas não é bem assim que funciona, pois apesar de ser um fato raríssimo, outra pessoa pode ter o mapa natal igual ao seu, ela só precisa ter nascido na mesma cidade e no mesmo horário que o seu.

Para montar um mapa astral será necessário realizar um cálculo que tem como base a data de nascimento, a hora e o local que a pessoa nasceu. Lembrando que os dados devem ser precisos, afinal qualquer alteração pode ocasionar em algo errado no seu mapa astral e as significações podem ser diferentes. O mapa astral fornece indicações sobre suas potencialidades básicas, como traços de sua personalidade, habilidades naturais, tendências, etc.

Há quem diga o mapa astral funciona como uma impressão digital da pessoa. Vale lembrar que o mapa astral conta com casas astrológicas e estas casas são divididas em variáveis que representam a  nossa experiência na vida. Trata-se de linhas imaginárias que surgem da Terra e cortam o céu em doze faixas. Ao todo são seis eixos que ligam essas casas e você pode compreender o seu significado abaixo:

  • A casa 1 indica o Eu, a personalidade, o projeto de vida.
  • A casa 7 indica o outro, o que é oposto e complementar, o parceiro e o inimigo.
  • A casa 2 indica as posses, o nosso dinheiro e também tudo o que precisamos para viver.
  • A casa 8 indica nossas perdas, o dinheiro dos outros e nossas crises pessoais.
  • A casa 3 indica como funciona nosso intelecto e como nos comunicamos. Indica também os estudos iniciais, os irmãos, colegas e vizinhos.
  • A casa 9 indica quais são nossas convicções filosóficas e religiosas, quais são nossos valores superiores, nosso contato com o exterior, etc.
  • A casa 4 está associada ao inconsciente pessoal e indica como é nossa família, nossa casa e como foi nosso passado, etc.
  • A casa 10 indica qual é nossa imagem social, nossa missão no mundo, qual nossa vocação, etc.
  • A casa 5 indica como criamos, como nos divertimos em companhia dos amigos íntimos, como são nossos romances, nossos filhos, etc.
  • A casa 11 indica como nos relacionamos com amigos e com grupos com interesses em comum.
  • A casa 6 indica como é nosso cotidiano, nosso trabalho e nossa saúde. É chamada de casa do “pequeno carma” e indica também doenças de curta duração.
  • A casa 12 é associada ao inconsciente pessoal, à espiritualidade e a tudo que está oculto sob o véu das aparências. Como também é associada às doenças de longa duração, aos hospitais, prisões e locais de reclusão é chamada de casa do “grande carma”.

Como o nome diz, o mapa astral é uma ferramenta que indica os atalhos, os melhores caminhos para chegarmos onde queremos e nos mostra que sempre temos escolhas.

Recomendados para você:

Reply