Reeducação Alimentar: Por Onde Começar?

Iniciar o processo de reeducação alimentar pode ser difícil. Ainda mais se considerarmos a ideia de que reaprender é mais complicado e desgastante do que aprender. Afinal, precisamos quebrar padrões em nossas vidas que já estão enraizados, para somente a partir disso, semear novos hábitos.

Desse modo, é imprescindível que você tome algumas atitudes importantes acerca de um novo hábito alimentar. E é, portanto, por esse motivo que estamos aqui hoje: montamos um artigo para te ajudar nesta nova etapa de sua vida.

Nele expusemos dicas valiosas para que você comece a transformar os seus hábitos hoje mesmo. E com isso, alcance a saúde e a qualidade de vida que você merece. Acompanhe a seguir:

reeducação alimentar

Por onde começar a reeducação alimentar

Listamos os principais passos que você precisa ter em mente para poder iniciar de fato o processo de reeducação alimentar. São eles:

Mentalize um objetivo

Mentalizar o objetivo é o primeiro passo para qualquer situação nova que estamos dispostos a aprender. Ou seja, você precisa estipular uma meta com essa sua reeducação alimentar. Temos alguns exemplos:

  • Diminuir o colesterol: a reeducação alimentar pode estar associada com um objetivo que diz respeito a sua saúde no presente, como reduzir o colesterol. Assim, você tem uma meta a cumprir, e, dessa forma, torna-se mais fácil traçar um caminho até ela.
  • Perder determinada quantidade de peso: se o seu caso é a necessidade de perder peso, estipule uma meta de “corpo ideal” para você. A partir disso, trabalhe em cima deste objetivo.
  • Melhorar a disposição: outro exemplo é buscar uma maior disposição para práticas diárias. Afinal, quando nos alimentamos bem, passamos a ter mais energia e força para cumprir com nossos afazeres corriqueiros.

Claro que estes são apenas alguns exemplos. O que, no entanto, não impede você de montar o seu próprio objetivo.

Cuidado com a ansiedade

Agora que você já tem uma meta para ser atingida, tome cuidado com a ansiedade e o estresse que a mesma pode gerar. Afinal, muitas vezes nos afobamos e queremos que o objetivo seja logo atingido.

Porém, a ansiedade, nesses casos, pode acarretar em um efeito reverso. Além do mais, já que vai demorar tanto, por que começar? Este é, sem dúvida, o maior questionamento que surge.

Portanto, tenha cuidado! Pois querendo ou não, o tempo passará da mesma forma. E qual é o resultado que você almeja ter lá na frente? Volte ao item anterior e foque nele novamente.

reeducação alimentar

Monte um cronograma de exercícios

É claro que cuidar da saúde a partir de uma consistente reeducação alimentar é essencial para uma vida mais saudável. Porém, experimente montar um cronograma de exercícios para acompanhar esta sua nova vida.

Assim, os resultados que você traçou serão atingidos mais rapidamente e você se sentirá satisfeito consigo mesmo. Além, claro, de melhorar a sua saúde como um todo.

Consuma alimentos mais naturais

Esse tópico nem deveria ser colocado aqui, afinal, ele é extremamente óbvio. Mas, é sempre importante ressaltarmos o óbvio, pois por ser tão óbvio, ele pode deixar de ser!

Sendo assim, se você está realmente disposta a reeducar a sua alimentação, comece consumindo alimentos mais naturais. Pode ser de uma forma gradual, iniciando com 2 frutas por dia. Depois 3, 4… 5 frutas e 2 legumes, etc.

Assim você estará ensinando o seu cérebro a começar a processar esses alimentos, pois gradativamente eles farão parte da sua rotina de agora em diante.

Qualidade x Quantidade

Por fim, outro ponto importantíssimo é a diferença entre quantidade e qualidade. E não, não estamos falando de quantidade de frutas. Estamos falando daquele velho hábito de somar a quantidade de calorias!

Afinal, sabemos que o consumo diário recomendado é de 2.000 calorias. Mas isto não significa que você pode comer um bolo de 1.500 calorias e completar o restante com uma verdura. Não, não dá. Você precisa distribuir esta quantidade dentro de uma variedade de produtos com QUALIDADE. Assim, sem dúvidas, você estará finalmente reeducando a sua alimentação.

No Responses

  1. Pingback: O Que Saber Antes de Colocar Piercing outubro 21, 2018

Add Comment